Pedido de desculpas e compromissos OAS

Nos últimos anos, a OAS prestou todos os esclarecimentos necessários sobre os assuntos relacionados à Operação Lava-Jato. Nesse período, a empresa, por meio de uma nova gestão, passou por inúmeras transformações. 
 
Em 14 de novembro de 2019, assinou o acordo de leniência com a Controladoria-Geral da União (CGU) e a Advocacia-Geral da União (AGU), um marco importante no processo de colaboração da empresa com as autoridades do país. 
 
Esse é um momento em que a OAS assume seus erros perante à sociedade e mostra-se interessada em seguir adiante, de forma ética e íntegra, com o objetivo de continuar os negócios em infraestrutura, além de manter e criar milhares de empregos.
 
Nesse mesmo instante em que a empresa deseja prosseguir também sente a mais fiel necessidade em pedir desculpas e reconhecer os danos causados tanto ao país quanto à reputação do setor. É preciso aprender com os erros, se fortalecer e aprimorar os próximos passos. 
 
Esse é um acerto de contas que abre as portas para o futuro desejado por todos, com uma empresa sólida, ética, cumpridora de suas obrigações e que gere riquezas e novas oportunidades. 
 
 
De portas abertas para o futuro
 
Desde março de 2018, a OAS dispõe de uma nova gestão, que vem trabalhando na reestruturação da empresa, apostando em uma governança profissionalizada, drástica redução de despesas, otimização dos processos internos e, sobretudo, aprimorando seu programa de integridade de modo que erros do passado não se repitam. O apoio ao cumprimento do Código de Conduta OAS deve ser incondicional e irrestrito, não havendo tolerância para desvios de qualquer natureza, ética, moral e/ou financeira.
 
A empresa deseja verdadeiramente virar a página e construir novas histórias, apresentando engenharia de qualidade, prestando serviços de excelência e, principalmente, sendo exemplo para um país mais próspero e honestamente desenvolvido. 
 
Compromissos fundamentais da OAS
 
1) Fortalecer e disseminar a cultura de integridade para todos os colaboradores, fornecedores, parceiros e partes interessadas;
 
2) Tolerância zero à fraude e à corrupção;
 
3) Conduta profissional com equidade, transparência, respeito, honestidade e responsabilidade;
 
4) Cumprimento de todas as legislações e regulamentos dos países em que atua, bem como de todas as regras estabelecidas em seu Código de Conduta;
 
5) Os resultados serão alcançados com foco no atendimento ao cliente. Para atender seus clientes, a OAS agirá com competência profissional sem se descuidar jamais da observância às regras aplicáveis. Isso se faz essencial para preservar a imagem, reputação e patrimônio da OAS, fatores fundamentais para a perpetuação da empresa;
 
6) Respeito à vida, em todas as suas formas, bem como cuidado com saúde, meio ambiente e segurança.
OASNetOAS InvestimentosWebmailFale com a OASMapa do site
Ir para versão clássica Ir para versão mobile